Portfolio Muncab

HISTÓRICO AMAFRO

AMAFRO - SOCIEDADE AMIGOS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA trata-se de uma associação fundada em 15 de março de 2002, registrada como pessoa jurídica CNPJ 05331788/0001-32 e sede em Salvador, Bahia, na Rua do Tesouro, Nº 1, Centro, que tem como objetivo fomentar o ensino, a pesquisa, o desenvolvimento técnico, científico e institucional, intercâmbio e demais ações voltados à recuperação e preservação do patrimônio, da memória e da cultura afro-brasileira, com ênfase no campo da antropologia, etnografia, museologia, história, artes e outras atividades afins, cujo principal projeto é implantação na Bahia do MUSEU NACIONAL DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA.

Ressalte-se nesta oportunidade, que a fundação da AMAFRO consorciada ao projeto de museu, foi referendada por manifestação de personalidades do cenário cultural brasileiro em Seminário realizado com o apoio do MINC/MONUMENTA em 21 de novembro de 2002 na Capital Federal - Brasília, e conta com o apoio de expoentes da cultura afro-baiana, inclusive lideranças religiosas do candomblé e movimentos de musica afro, além de dirigentes de instituições que reúnem afro-descendentes, aos quais se soma o apoio do Governo Estadual e Federal, e, da UFBA - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA, refletido na composição dos órgãos de consultoria e direção da associação.

Paralelamente às obras de intervenção física, o MUNCAB constitui um espaço vivo e dinâmico, apoiando e abrigando iniciativas independentes de músicos, poetas e artistas plásticos, assim como empreendimentos culturais de bairros, exposições locais, nacionais e internacionais temporárias, atividades artísticas, sócio-educativas e socioculturais importantes compreendendo encontros, palestras, oficinas, espetáculos cênicos e musicais, entre outros.

São ações identitárias de afirmação do papel do MUNCAB, envolvendo projetos, eventos e atividades arrolados abaixo nessa resenha de realizações: 

MUSEU EM PROCESSO 2004-2009 -  FASE 1

1. Erês do Museu – ação pioneira nesse processo, compreendendo atividades pedagógicas a partir de encontros, palestras e oficinas sobre o nascimento do Museu e a responsabilidade de preservação da memória cultural, tendo por público-alvo crianças do ensino fundamental das escolas públicas do Centro Histórico de Salvador, circunvizinhas à área do Museu.
2. Seminário Projeto Modelo Gestor MUNCAB - evento realizado no CEPAIA – Centro de Estudos das Populações Afro Índios Americanas, espaço locado da UNEB – Universidade do Estado da Bahia, que fica situado no Largo do Carmo, nº 04 – Centro Histórico, nos dias 18 a 20 de abril de 2005.
3. Projeto Samba de Roda:

 01
4. Seminário Projeto de Museografia/Expografia MUNCAB - evento realizado na sede da AMAFRO com lançamento de um folder ilustrado contendo os indicadores básicos de funcionalidade e o design gráfico de agenciamento espacial museográfico do MUNCAB.
5. Seminário Reconstruindo o Futuro - atividade realizada na sede da AMAFRO abordando aspectos do processo de implantação e as base do desenvolvimento futuro do MUNCAB .
6Seminário de Museus -evento abordando as relações e a integração dos museus, a partir de uma política de cooperação intermuseus. Realização Departamento de Museus/IPAC.
7. Projeto África Brasil - mostras da produção musical de Angola, Senegal e Brasil compreendendo ações de intercâmbio cultural com esses países africanos e com países da diáspora afro-atlântica como parte das celebrações 2005 da Semana da Consciência Negra. Realizado nos dias 19 e 20 de novembro 2006, no Farol da Barra, em Salvador, esse projeto contou com uma programação diversificada de atividades que abrangeu: exposição fotográfica; shows de  artistas africanos e afro-brasileiros;  apresentação de vários grupos de samba de roda e grupos de capoeira (Grupos de Samba de Roda: Os Vendavais, Raízes da Pitanga, Raízes de Santo Amaro, Raízes de Angola, União Teodorense, Suspiro do Iguape; (Grupos de Capoeira: Gangara, Bantu, Jalará, Angoleiro mestre Benedito, Dobrão de Ouro, Berimbahia, Espinho Remoso, Angola União Livre, Anglo-Regional Raízes no Brasil, Angola Chapéu de Couro, Nego Gato, Angola 1º de Maio, Ginga e Malícia, Naieco, Capoarte, Mestre Bimba e Vadiação), entre outras.
8Exposição “Angola 30 Anos da Independência” – mostra de arte realizada no MUNCAB com obras de artistas africanos e baianos em homenagem aos trinta anos de emancipação de Angola. Realização Casa de Angola/Representação Diplomática de Angola, como apoio da AMAFRO. 
9Projeto Salvaguarda e Preservação do Samba de Roda - ação de pesquisa, catalogação, edição de um CD com Grupos de Samba do Recôncavo Baiano lançado em 24 de agosto de 2006, contando com a parceria do IPHAN.
10CIAD Cultural -evento cultural ocorrido no MUNCAB paralelamente à II Conferência dos Intelectuais da África e da Diáspora realizada no período de 10 a 15 de julho de 2006, contando com a parceria e apoio do Ministério da Cultura/Fundação Cultural Palmares, da SEPRIR e do Ministério das Relações Exteriores.

 02

11Projeto As Histórias Que Eu Ouvi - atividade de memória e difusão, a partir de encontros e com base em registro de relatos, depoimentos, entrevistas e falares sobre saberes e viveres de afro-descendentes e de informações sobre a cultura afro-brasileira.
14.Projeto Diálogos Afro-Brasileiros – programação de seminários, mesas redondas, debates e comunicações coordenadas e mostra de cinema e vídeo sobre temas relacionados com a cultura afro-brasileira e a realidade dos afrodescendentes no Brasil, realizada na sede da AMAFRO em abril de 2009, tendo como público-alvo estudantes secundaristas e universitários, professores, membros de instituições culturais e religiosas etc.  
  03
15.O Benin ainda está Vivo lá – Ancestralidade e Contemporaneidade” -Exposição internacional estruturada em quatro módulos temáticos – o cotidiano/ o sagrado/ a arte e a ancestralidade/ o contemporâneo – com um programa paralelo de atividades artísticas, socioculturais e educativas, abrangendo programação pedagógicas de visitas monitoradas, oficinas, encontros, lançamentos etc, expressando a riqueza cultural do Benin e os laços históricos que o ligam ao Brasil.

 04
 
16. Participação da AMAFRO na homenagem a Maria de São Pedro - Figura tradicional da Bahia, com seu restaurante típico, instalado no Mercado Modelo, maio de 2009, em Salvador:


 05
 

MUSEU EM PROCESSO 2010-2013-  FASE 2 

1. Exposição 1: “A Coleção Inicial do Acervo Muncab”– mostra nacional de lançamento público da primeira coleção de obras do acervo MUNCAB, realizada em setembro de 2011 no Museu Nacional de Brasília, na capital do Distrito Federal.

2.Ano Internacional dos Afro-Descendentes -  evento de encerramento do programa de atividades comemorativas do Ano Internacional dos Afro-Descendentes instituído pela ONU, ocorrida em 26 novembro 2011 nos espaços do MUNCAB. Realização conjunta UNESCO/ Ministério das Relações Exteriores do Brasil/MinC/Fundação Palmares/ Governo do Estado da Bahia/Amafro, contando com abertura das seguintes exposições: 

3. Exposição 2: “A Coleção Inicial do Acervo Muncab”- abertura oficial da exposição  permanente das obras da coleção inicial do acervo MUNCAB; 

4. “O Escultor do Sagrado - exposição temporária em homenagem aos 94 anos de Mestre Didi, com obras autorais desse escultor, escritor e líder religioso.  .

5. Nós, Os Afro-Brasileiros -  exposição temporária destacando expoentes afro-descendentes de todos os segmentos da vida brasileira.

6.Festival Música no MUNCAB– programação de shows musicais noMuseu realizada por artistas soteropolitanos com repertório e/ou criações/interpretações musicais centradas nas raízes afro-brasileiras. Produção/realização de artistas independentes, agendada em 2013 e realizada em Abril de 2014, contando com patrocínio do Edital 2013 da Fundação Gregório de Matos e com apoio da AMAFRO.

 06

A esse conjunto de realizações, junta uma série de projetos independentes elaborados neste período com vistas a patrocínio: 

1. Projeto Bate Papo Musical no Museu” –   encontro de artistas de diversos segmentos de arte - música, dança, poesia, teatro e artes visuais -  que buscam mostrar seu trabalho autoral e suas interpretações estabelecendo interação com o público. 

2.Projeto “Muncab – Novembro Acontece” - programação anual comemorativa do Mês da Consciência Negra compreendendo um conjunto de atividades diversificadas de reflexão, debate, registros da memória, seminários temáticos e visitação monitorada às obras do acervo do Museu.

3.Projeto “Travessias Negras  - Memórias e Amanhãs” – programa diversificado de atividades tratando da cultura afro-brasileira em seus variados aspectos, através de  seminários,  exposições, mesas redondas, ciclo de debates, lançamentos, degustação da culinária afro-baiana,  etc.  

 

MUSEU EM PROCESSO 2014-2015 -  FASE 3

O ano 2014 é marcado pela relação de parceria Petrobras, que possibilita, entre outras coisas a retomada das obras de restauro e adequação da sede do MUNCAB, a aquisição/instalação de uma importante obra escultórica para o acervo permanente do Museu, além da realização de um conjunto de atividades de dinamização socioculturais e de atividades pedagógicas, no contexto do programa MUNCAB na COPA”, de que se destacam:

 07     08

1. Exposição Arte e História da Cultura Afro-Brasileira - mostra permanente de obras da coleção inicial do acervo do Museu complementada com novas obras a ele integradas.
2. Exposição Cabeças de Orixás -  mostra temporária de um conjunto de obras criadas pelo artista plástico Antônio Miranda e doadas ao MUNCAB para integrar o acervo permanente do Museu. Trata-se de uma coleção original de esculturas de sete cabeças de orixás e de peças (lúdicas) de recorrência temática e referência simbólica.
 09

 3. . Exposição Pop3.Exposição Pop Futebol Clube e suas Torcidas Organizadas – mostra coletiva temporária de vários artistas baianos tendo a bola e o futebol como temáticas.

4. Exposição Barbosa – Um goleiro no Imaginário Popular – mostra temporária com obras do artista plástico Antônio Miranda em homenagem a esse Goleiro da Copa do Mundo de 1950.

5. Gradil Escultórico “As Histórias de Ogum” – exposição permanente à céu aberto, na parte externa do MUNCAB, de um gradil-escultórico de 12 metros compondo uma narrativa de representação simbólico-iconográfica com arquétipos dessa temática.  Obra criada pelo artista plástico J. Cunha para integrar o acervo permanente do Museu, com patrocínio da Petrobrás.

 10

6. Projeto educativo “MUNCAB - Conheça Melhor o seu Museu -  ação sociocultural e educativa de reforço e complementação que se inscreve no plano de dinamização da Ação Cultural e Educativa do MUNCAB  a ser lançada envolvendo um conjunto de atividades pedagógicas no âmbito da implementação do programa de visitas monitoradas voltado para alunos e professores dos estabelecimentos de ensino das redes públicas e  privadas de Salvador, trazendo  ainda, como opção adicional, uma nova roupagem de atividades suplementares  de arte e cultura, com tipologias de ação diversificadas – palestra participativa, diálogo interativo de construção coletiva, oficina de arte, workshop, contação de estória, exibição de filmes e vídeo, atividades cênica e musical etc -    tendo porprincípio fundamental a interação, a partir do  conceito-chave “MUNCAB – Conheça Melhor Seu Museu” - uma forma prática, estimulante, variada e  radial de aproximação do Museu com a comunidade e de construção  e de difusão de conhecimentos sobre e em torno da cultura afro-brasileira.

 

7. Programação do Festival de Música no MUNCAB – programação do Museu em Processo, realizada nos dias 24, 25 e 26 de abril de 2014, como forma de incentivar música de raiz africana, a uma nova geração de compositores;

8. Projeto Novembro Negro 2015 - Contrato de Patrocínio com o Governo do Estado, através da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia – Bahiatursa -  com o objetivo de participar da programação Novembro Negro: História e Arte, onde foi realizado:

• Exposição do Acervo Permanente;
• Exposição Temporária “Oyá Balé contra as Intolerâncias”;
• Códice Brasil/África

  12

MUSEU EM PROCESSO 2016 - 2017 -  FASE 4

. 1. Exposição temporária - “Um copo d’água navegar II”, da artista Graça Ramos, realizada no período de 15/06 a 16/08 de 2016.


02 10AGO2016Graca Ramos

2. Novembro Negro: história e arte – zumbido no Museu - Contrato de Patrocínio com o Governo do Estado, através da empresa Bahiagás,período de 05 de novembro de 2016 a 30 de janeiro de 2017, constando de:

• Apresentação do Balé de Angola;
• Exposição temporária Coletiva: Salão de Doações;
• Exposição Imagens da Ancestralidade em Tramas da Pele;
• Ópera “Treemonisha”;
• Lançamento do site “Nós Transatlânticos” e,
• Show do cantor e compositor Paulinho da Viola.
03 08NOV2016Paulinho da Viola 

Apresentação do Balé de Angola 

  13

Exposição temporária Coletiva: Salão de Doações

 14

Exposição Imagens da Ancestralidade em Tramas da Pele

 15

Lançamento do site “Nós Transatlânticos”

 16

Show de Paulinho da Viola

 17

Com essa ação estratégica de dinamização museu em processo, o MUNCAB é já hoje uma referência, colocando-se em funcionamento e prestando serviços à comunidade, ação essa que vem sendo reconhecida e que mereceu de um representante do Banco Mundial o seguinte comentário:

" Já visitamos vários prédios inaugurados que não funcionam, e é uma grata surpresa encontrar um prédio que já funciona antes da sua total recuperação".